Personal trainer é denunciado por tentar matar namorada durante briga em Goiânia

   O homem dá socos, chutes e bate a cabeça da vítima no chão várias vezes. Ele só parou as agressões após um policial intervir e, desde então, está preso.


O personal trainer Murilo de Morais Segurado, de 33 anos, foi denunciado pelo Ministério Público por tentativa de homicídio contra a namorada, uma veterinária da mesma idade. Ele está preso preventivamente
G1 não conseguiu contato com o advogado de Murilo de Morais até a última atualização dessa reportagem.  Segundo a denúncia feita na quinta-feira (3), Murilo tentou matar a vítima. Eles namoravam há quatro anos e, de acordo com o MP, o relacionamento tinha histórico de agressão e brigas.   No documento consta que a tentativa de homicídio foi qualificada, pois foi de forma cruel, sem chance de defesa para a vítima e cometida no contexto de violência doméstica e familiar. A denúncia foi aceita pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara.  
O MP apontou que, no dia 28 de agosto, o casal teve uma discussão por motivos banais. Murilo foi até o apartamento da veterinária dizendo que queria conversar com ela. Os dois entraram em um carro para ir a uma igreja, mas continuaram brigando. Quando a mulher desceu, o personal foi atrás delas e começou a dar vários socos e chutes. Mesmo com a namorada caída no chão, as agressões não pararam.
 as agressões só pararam quando um policial civil que passava pelo local interveio. O agente disse que "nunca tinha visto nada tão brutal".
Jornalista Mário Prata / Celular e WhatsApp 24hs/ (61) 99142-6437

Nenhum comentário

TV Mário Prata

Tecnologia do Blogger.