João de Deus tem novo habeas corpus julgado nesta terça-feira



O médium João Faria de Teixeira, mais conhecido como João de Deus, aguarda vaga em um hospital do Sistema Único de Saúde (SUS) que tenha atendimento especializado cardiológico. Transferência foi decidida pelo Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) na tarde desta segunda-feira (30), após avaliação médica. Defesa alega que o líder espiritual não possui condições financeiras de arcar com custas de unidade particular, já que os bens dele foram bloqueados.
Segundo relata o advogado Marcos Maciel, o parecer médico dado por um cardiologista do Hospital Municipal apontou que o acusado de crimes sexuais e posse ilegal de arma de fogo não possui previsão de alta e requer atendimento especializado. Assim, a unidade decidiu optar pela transferência do réu para um hospital que atenda às necessidades dele.
A transferência já foi solicitada, no entanto, por falta de vagas não há previsão para que ocorra. “Pode ocorrer hoje (terça-feira) ou não. O pedido foi feito, mas não há vaga. Esperamos para saber em qual unidade ele vai ficar. Pode ser no Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo), no Hospital de Urgência Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) ou qualquer outro, desde que tenha vaga”, disse.
Questionado sobre a possibilidade de transferência para uma unidade da rede privada, o advogado afirmou que atualmente João de Deus não possui recursos financeiros para custear as despesas de um hospital privado. “As contas dele foram bloqueadas. Não seria possível fazer essa transferência para hospital particular”. Valores não foram mencionados.
Ao Mais Goiás, no último sábado (28), um dos advogados que compõe a defesa do médium, Marcos Maciel, contou que ele teve o início de infarto e classificou o estado de saúde do cliente como “deplorável”.

FONTE:Mais Goiás
Jornalista Mário Prata / Celular e WhatsApp 24hs/ (61) 99142-6437

Nenhum comentário

TV Mário Prata

Tecnologia do Blogger.