COMANDANTE DA COMPANHIA DE PATRULHAMENTO ESPECIALIZADO (CPE) DE RIO VERDE-GO É PRESO SUSPEITO DE ESTUPRO DE UMA MENINA DE 11 ANOS E OUTRA DE 12

Crime aconteceu na noite de terça-feira (22). Cristiano Silva de Macena teria entrado na casa das vítimas e as levado para outro local, onde o crime aconteceu.

Um policial militar foi preso suspeito de estuprar duas adolescentes na noite desta quarta-feira (23) em Rio Verde, a 231 km de Goiânia. O major da Polícia Militar (PM) e comandante da Companhia de Patrulhamento Especializado (CPE) na cidade, Cristiano Silva de Macena, foi preso na casa dele e teria abusado sexualmente de meninas de 11 e 12 anos.

O crime aconteceu na noite de terça-feira (22). De acordo com a Polícia Civil (PC), um homem encapuzado pulou o muro da casa onde as adolescentes moravam, amarrou a avó e levou as meninas para um outro imóvel, onde o estupro teria acontecido. Em seguida, elas foram deixadas perto de uma escola. A PC apura o caso em sigilo e não confirmou a identidade do suspeito.
Câmeras de segurança registraram o momento em que Cristiano entrou e saiu do bairro em uma caminhonete de cor marrom. Nas imagens foi possível identificar que o mesmo veículo estava com placas diferentes no momento da entrada e da saída, o que indica que havia sido adulterada.

O Major pode responder pelos crimes de sequestro qualificado e estupro de vulnerável.

A PM, por meio de nota, informou que o suspeito do crime de estupro está preso na carceragem da Academia da Polícia Militar, em Goiânia. A corporação comunicou ainda que não corrobora com nenhuma ação praticada por qualquer integrante da Instituição  que esteja em desencontro com a ética,  a moral e os limites da lei.
CONFIRA NOTA NA ÍNTEGRA
“O Comando Geral da Polícia Militar do Estado de Goiás informa que está preso na carceragem da Academia da Polícia Militar, em Goiânia, o Policial Militar suspeito de ter cometido o crime de estupro na cidade de Rio Verde, região sudoeste do Estado. A corporação destaca que está colaborando com as investigações e a denúncia está sendo apurada com mais absoluto rigor. A Polícia Militar do Estado de Goiás reitera o compromisso com a garantia da Segurança Pública da sociedade goiana e não corrobora com nenhuma ação praticada por qualquer integrante da Instituição  que esteja em desencontro com a ética,  a moral e os limites da lei.”
PM-GO
_______

*FONTE/TEXTO: PORTAL MAIS GOIÁS

* FONTE: TÍTULO: TV MARIO PRATA

Nenhum comentário

TV Mário Prata

Tecnologia do Blogger.